Sobre São Gonçalo

Cidade de São Gonçalo

São Gonçalo é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro. Localiza-se a 22º49'37" de latitude sul e 43º03'14" de longitude oeste, a uma altitude de dezenove metros. Sua população, em 2011, é de 1 008 064. É a segunda cidade mais populosa do estado, somente sendo superada pela capital, Rio de Janeiro. Integra a Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

História

Em 6 de abril de 1579 (a data é polêmica, sendo alvo de debates entre historiadores da cidade), o nobre Gonçalo Gonçalves recebeu, do governador da Capitania do Rio de Janeiro, a sesmaria localizada às margens do Rio Imboaçu, com o dever de construir uma capela e um povoado no período de três anos. Ele construiu uma capela com o santo de sua devoção, São Gonçalo do Amarante. Presume-se que o local tenha sido onde hoje está a Igreja Matriz de São Gonçalo, no bairro Zé Garoto. A Praça Estefania de Carvalho (popularmente conhecida como Praça do Zé Garoto) seria o marco-zero da cidade, pois a Vila de São Gonçalo existia onde agora está o município homônimo.

Nos seus inícios, no século XVI, a região onde hoje está São Gonçalo era habitada pelos índios tamoios na região de Itaoca. Seu desmembramento, iniciado no final do século XVI, foi efetuado pelos jesuítas que, no começo do século XVII, instalaram uma fazenda na área conhecida como Colubandê, às margens da atual rodovia RJ-104. A sede da fazenda foi preservada e hoje é sede do batalhão de polícia florestal da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Em 1646, foi alçada à categoria de paróquia, já que, segundo registros da época, a localidade-sede ocupava uma área de 52 km², com aproximadamente 6 000 habitantes, sendo transformada em freguesia. Visando à facilidade de comunicação, a sede da sesmaria foi, posteriormente, transferida para as margens do Rio Imboaçu, onde foi construída uma segunda capela, monumento atualmente restaurado. O conjunto de marcos históricos remanescentes do século XVII inclui a Fazenda Nossa Senhora da Boa Esperança, em Ipiíba e a propriedade do capitão Miguel Frias de Vasconcelos, no Engenho Pequeno. A Capela de São João, em Porto do Gradim e a Fazenda da Luz, em Itaoca, são lembranças do passado colonial em São Gonçalo.

Em 1860, trinta engenhos de cana-de-açúcar já estavam exportando através dos portos de Guaxindiba, Boaçu, Porto Velho e Pontal de São Gonçalo. Dessa época, as fazendas do Engenho Novo e Jacaré (1800), ambas de propriedade do Barão de São Gonçalo, o Cemitério de Pachecos (1842) e a propriedade do Conde de Baurepaire Rohan, na Covanca (1820), são os elementos mais importantes. São Gonçalo contava até o século XX com cerca de doze portos que exportavam produtos do estado do Rio de Janeiro para a corte.

Em 22 de setembro de 1890, o Distrito de São Gonçalo foi emancipado politicamente e desmembrado de Niterói, através do decreto estadual nº 124. Em 1892, o decreto nº 1, de 8 de maio, suprimiu o município de São Gonçalo, reincorporando-o a Niterói pelo breve período de sete meses, sendo restaurado pelo decreto nº 34, de 7 de dezembro do mesmo ano. Em 1922, o decreto 1797 concedeu-lhe novamente foros de cidade, revogada em 1923, fazendo a cidade baixar à categoria de vila. Finalmente, em 1929, a Lei nº 2335, de 27 de dezembro, concedeu a categoria de cidade a todos as sedes do município.

Em 1943, ocorre nova divisão territorial no estado do Rio de Janeiro e, dessa vez, São Gonçalo perdeu o Distrito de Itaipu para o município de Niterói, restando-lhe apenas cinco distritos, quais sejam: São Gonçalo (sede), Ipiíba(fr,sv), Monjolo, Neves e Sete Pontes, que permanecem até os dias atuais.

Nesse mesmo período, nas décadas de 1940 e 1950, iniciou-se a instalação, em grande escala, de grandes fábricas e indústrias em São Gonçalo. Seu parque industrial era o mais importante do estado do Rio de Janeiro, o que lhe valeu o apelido de Manchester Fluminense.

Educação

A cidade possui um campus universitário que se destaca: a Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Este é o maior polo especializado do estado em formação de professores, tendo como resultado mais visível a enorme quantidade de aprovados nos concursos públicos por todo o Brasil.

Foi criado, no Gradim, o Polo da Universidade Aberta do Brasil, que, no Consórcio Cederj, tem cursos da Universidade Federal Fluminense (ciências da computação), Universidade Federal do Rio de Janeiro (química) e Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (administração e turismo).

Transportes

São Gonçalo possuía uma rede ferroviária que foi desativada e que consistia de três linhas de trem: uma ia de Niterói até Campos dos Goitacases (via Itaboraí), outra que ia de Neves (onde hoje é 16ª DEAC, da Polícia Civil) até Cabo Frio (passando por Vila Lage, Alcântara, Sacramento, Maricá e Araruama) e a menor das três ligava a antiga fábrica de cimento Mauá, em Guaxindiba, ao ponto de extração de matéria prima, em São José, Itaboraí (passando por Vista Alegre, Monjolos e Largo da Ideia). Nos próximos anos, a primeira (cujos trilhos estão sendo retirados), desativada completamente em 2006, será substituída pela Linha 3 do Metrô. A segunda foi desativada em 1962, mas há projeto de criação de um BRT, que ligará Gradim a Santa Izabel, passando perto de alguns bairros da Linha 3 e com integração com as barcas Rio-São Gonçalo.

Atualmente, a ligação da Cidade de São Gonçalo com os outros municípios se faz, unicamente, por ônibus, provinientes das seguintes empresas:Rio Ita (Rio Ita, Rio Minho, Fagundes e Expresso Rio de Janeiro); Mauá (Viação Mauá, Alcântara, ABC e Icaraí); Viação Galo Branco; Coesa; Rio Ouro e Viação Asa Branca. Além disso, um barco faz a ligação entre Itaoca e a Ilha de Paquetá.

Para homenagear a comunidade de moradores desta maravilhosa cidade, o Encontra Rio de Janeiro criou o Encontra São Gonçalo.

Notícias de São Gonçalo

Blog do Guia da Cidade de São Gonçalo

Receba notícias por e-mail
Cadastre-se e receba este blog por email
 

Limites - Cidades Vizinhas

Niterói, Maricá e Itaboraí

Dados Principais sobre São Gonçalo

Aniversário: 22 de Setembro
Fundação : 1890
Gentílico: Gonçalense
Area: 249,142 Km²
População 999.901 hab. (2010)
IDH 0,782 - médio
Prefeitura São Gonçalo

Brasão de São Gonçalo
Brasão de São Gonçalo

Bandeira de São Gonçalo
Bandeira de São Gonçalo

Vídeo sobre a cidade de São Gonçalo
Veja mais vídeos sobre a Cidade de São Gonçalo

Mapa de São Gonçalo

 

Moradores ilustres de São Gonçalo

   

  Sobre o EncontraSãoGonçalo
Fale com EncontraSãoGonçalo
Anuncie no EncontraSãoGonçalo
Cadastre sua Empresa no EncontraSãoGonçalo (grátis)
+Seja um Franqueado EncontraBR


Termos EncontraSãoGonçalo | Privacidade EncontraSãoGonçalo